sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Inauguração!

Sejam bem-vindos, cidadãos da Seventh Town! Está sendo inaugurada hoje a nossa querida e amada cidadezinha feliz que se chamaria Happy Town se eu não tivesse sido ameaçada no msn, com tudo o que se tem direito. Está cansado da sua cidade, dos seus amigos, das mesmas coisas todas as vezes? Então venha morar na Seventh Town, onde todo dia é um outro dia jura? de diversão. Eu, como prefeita, gostaria de explicar-lhes algumas coisas...

Como em qualquer cidade normal, você precisa ter uma casa pra morar. E como fazer isso? Basta se inscrever no formulário ao lado *aponta* e voalá! Você receberá sua escritura tão logo seja processado seu pedido. Não esqueça de colocar a escritura num local fixo do seu blog, han? E depois, o que acontece quando você conseguir uma casa na Seventh Town? Aí você poderá desfrutar de tudo o que a cidade pode oferecer, que vão desde jogos a confraternizações. Vocês também pode contar com a Urna da Democracia, localizada na prefeitura, para sugestões, elogios, críticas e reclamações. Mas lembre-se, use-la com juízo. Alguém assaltou sua coleção de besouros empalhados? Comeu a torta deliciosa que você deixou pra esfriar na janela? Acione a PST (não, não é um partido, é a Polícia de Seventh Town) e deixe-os cuidar do caso. Qualquer infração que desrespeite os direitos dos moradores ou interfira na paz da cidade será punida! E se ainda você quiser aprender um pouco mais de html, blogs e internet, pode dar uma passadinha na Escola Municipal e aprender um pouco com aqueles com maior aprendizado. Tenho certeza de que serão bons vizinhos e o ajudarão!


Bom, é isso *corta a faixa vermelha da inauguração* a Seventh Town está feita! Mas são vocês, habitantes, que farão ela ser melhor a cada dia. Porque nós somos responsáveis pelo lugar onde vivemos, e temos o dever de torná-lo sempre melhor!

A prefeita,
Nana.

Um adendo... Quanto maior for o número da sua casa, mais distante do centro ela é. Em compensação, pode ser perto de outras coisas, né? *anota no projeto da futura constituição*

0 comentários: